Câmara Municipal de Tapiratiba camaratapiratiba.sp.gov.br - Versão para Impressão

OUTUBRO ROSA - MÊS DE PREVENÇÃO AO CÂNCER DE MAMA

04/10/2022



OUTUBRO ROSA: É HORA DE FALARMOS SOBRE PREVENÇÃO
                            Iniciamos o mês de combate ao câncer de mama conversando sobre a história do Outubro Rosa. Agora, é hora de colocarmos as principais maneiras de prevenir a doença em destaque.  
                            Segundo o INCA, Instituto Nacional do Câncer, existem dois conjuntos de ações: o de prevenção primária e o de prevenção secundária. No grupo um, estão concentradas formas de impedir que o câncer se desenvolva. No dois, o objetivo é detectar e tratar sinais ainda assintomáticos para evitar o avanço de um possível tumor.
                            Ao longo do texto, listamos métodos essenciais em ambos. Para isso, passamos por hábitos saudáveis e, depois, pelos principais exames preventivos.
1.      CUIDE DA ALIMENTAÇÃO
A regra é sempre válida quando o assunto é saúde. Ter uma alimentação rica em nutrientes é essencial para prevenir doenças, incluindo o câncer de mama. Para ser considerada saudável, é importante que inclua alimentos de origem vegetal – como frutas, legumes, verduras, cereais integrais, feijões e demais leguminosas. Caso sinta dificuldade de inserir tais itens na rotina, é válido procurar o auxílio de um nutricionista.
 
2.      DEIXE O CIGARRO
Ao fumar, você libera no ambiente aproximadamente cinco mil substâncias tóxicas e cancerígenas. No ar, elas são inaladas por fumantes e não fumantes. O cigarro contribui, principalmente, para o desenvolvimento de cânceres no pulmão, na cavidade oral, na laringe e no esôfago. Mesmo assim, a mama e outras partes do corpo também ficam vulneráveis e podem ser prejudicadas pelo hábito.
 
3.      PRATIQUE ATIVIDADE FÍSICA
A união de uma alimentação equilibrada com a prática frequente de exercícios físicos é o que ajuda a manter o peso corporal ideal, evitando o desenvolvimento de tumores. E você não precisa de muito tempo livre para isso: uma boa caminhada ao ar livre ou, até mesmo, em casa, cuidando do espaço, já ajuda o processo. Para não desistir no meio da jornada, busque uma modalidade que dê prazer e faça você sentir-se melhor.
 
4.      FAÇA O AUTOEXAME E A MAMOGRAFIA
Agora, entramos no grupo de prevenção secundária – o que busca sinais da doença, mesmo que não existam sintomas. O autoexame é feito com o toque na mama e pode ser realizado em casa, com observações de tamanho pelo espelho, sentindo a textura e procurando nódulos, por exemplo. A mamografia, por sua vez, é feita em clínica e é recomendada para todas as mulheres entre 50 e 69 anos. É interessante que a periodicidade do exame seja definida junto ao médico, avaliando seu histórico familiar e seu estilo de vida.
Por fim, mas não menos importante: conte sempre com profissionais para tirar suas dúvidas e manter a saúde em dia.